terça-feira, julho 27, 2010

part ida

parte de mim
resvala
parte de mim
resiste

sexta-feira, julho 09, 2010

as árvores que viste plantar choram hoje a tua partida, lágrimas de flores que hás-de sentir sob os teus pés. a mim hão-de faltar-me os teus braços fortes onde pendurei o meu baloiço, olhar para cima e ver os teus olhos de céu. vai, querida árvore da minha vida, raiz profunda. deixa-me o teu desassombro sem fim.
?